Origem e evolução

  • O Olival em Sebe começa a nascer no início da década de 90 devido a:

    • Empenho em melhorar e aumentar a qualidade e quantidade de azeite virgem extra no cultivo do olival.
    • Custos elevados de colheita.
    • Procura de otimização da superfície cultivada.

    A Todolivo, durante esta década, realiza uma profunda investigação sobre este sistema de cultivo.

    1997 Funda o “Centro de Investigação do Cultivo de Olival” (Pedro Abad, Córdova), onde cria um departamento de l+D+i e se torna a primeira empresa que aposta no Sistema de Olival em Sebe.

    1998 Consegue o desenvolvimento de um modelo próprio de cultivo de olival em sebe denominado “Sistema Todolivo Olival em Sebe”.

    1999 Adquire as sus primeiras máquinas de plantar e começa a realizar em Espanha as suas primeiras plantações comerciais de olival em sebe (700 ha), tanto em sequeiro como em regadio, sendo pioneira. A partir de então, concebe uma nova forma de cultivar o olival. Inicia, além disso, um teste próprio com diferentes tipos de poda para conhecer o comportamento agronómico das árvores. Em concreto, aplicaram-se dez estratégias de poda diferentes, sete manuais e três mecânicas, as quais permitiram à Todolivo optar por uma ou por outra.

    Nesta data também começa um primeiro teste multivarietal de densidades de olival em sebe de regadio para conhecer as produções da variedade Arbequina I-21R, consoante os diferentes compassos de plantação. Em 1999 também se realiza a primeira plantação de olival em sebe na província de Sevilha, onde se transformou uma propriedade de olival tradicional (plantado a um compasso de 7x6m) a uma de olival em sebe (7×1,5m).

    Constroi também o viveiro em Pedro Abad (Córdova).

    2000 Inicia um primeiro teste de variedades multivarietais para olival em sebe em ‘Ocaña’, Pedro Abad (Córdova), com as variedades Arbequina I-21R, Arbosana I-43R, Koronelki I-38R, Imperial I-23R, Canetera, UCO 1-68, 1-18, UCO 2-35 e FS-17.

    2001 Realiza as primeiras plantações comerciais de olival em sebe de Portugal com as variedades Arbosana I-43R e Koroneiki I-38R, Cobrangosa, Arbequina I-21R. Adquire as suas primeras máquinas de colher Gregoire G120 SW e o primeiro protótipo de máquina de colheita específica para olival que esta firma lança no mercado, a Gregoire G-130.

    2003 Organiza, juntamente com o Ministério da Agricultura, uma demonstração internacional de colheita com máquina de apanha em olival em sebe na sua propriedade de Pedro Abad (Córdova) e planta na propriedade ‘El Camarero’ o primeiro teste multivarietal em sequeiro com as variedades Arbequina I-21R, Arbosana I-43R e Koroneiki I-38R.

    2006 Planta em Marrocos 531 ha, sendo pioneira neste país em Olival em Sebe.

    2007 Inicia numa propriedade de Campo Maior (Portugal) um teste para conhecer o comportamento agronómico de variedades de olival de azeitona de mesa para plantações de olival em sebe que revoluciona o setor. Em concreto, de Manzanillo Sevillano I-56R e Manzanillo Cacereño I-57R. Nesta data põe em marcha outro teste na herdade ‘Cruz de los Huertos’ (Pedro Abad, Córdova), em colaboração com a Universidade de Córdova e o IFAPA, para comparar a variedade SikititaP com o resto das variedades de oliveira pertencentes ao programa de melhoramento genético e com Arbequina I-21R, Arbosana I-43R, Picual I-11R, Coratina I-99R, Imperial I-23R, e Koroneiki I-38R.

    Adquire as primeiras máquinas plantadoras guiadas por GPS, que colocam de forma simultânea a planta, o tutor e aplicam o herbicida na linha.

  • Todolivo_cortijos

    2008 Inicia um programa de melhoramento genético para obter novas variedades de olival em sebe que sejam mais produtivas que o pai e a mãe, que sejam resistentes a doenças e que permitam ter novos sabores de azeites. Realizam-se os cruzamentos e plantam-se 1345 novas variedades dos cruzamentos obtidos na ‘Cruz de los Huertos’ dos quais se pré-selecionaram 38.

    2009 Adquire as primeiras colhedoras New Holland. Na atualidade conta com 13 máquinas: 3 New Holland 7090 Dual, 8 New Holland 7090 Olive e 2 New Holland 9090 Olive.

    O Sistema Todolivo Olival em Sebe, devido entre outros fatores à sua grande homogeneidade e alta implantação no mercado, serviu de modelo à New Holland para desenvolver a colhedora “Olive”.

    Nesse ano, a Todolivo amplia o seu catálogo comercial, introduzindo novos compassos para plantações de olival em sebe de regadio, sequeiro e regadio de apoio, que requerem menor investimento e custos de manutenção.

    2010 Realiza um teste na propriedade de sequeiro ‘El Calderito Bajo’ para conhecer a produtividade e rendimento em teor de gordura do olival em sebe a diferentes compassos de plantação; ao mesmo tempo, inicia outra investigação para estudar como influem as diferentes
    orientações nas plantações de olival em sebe e outro para comparar a produtividade de diferentes variedades plantadas a diferentes larguras de rua.

    Neste ano realizam-se novos cruzamentos dentro do programa de melhoramento genético iniciado em 2008.

    2012 Planta 543 novas variedades dos cruzamentos obtidas em 2009, das quais se pré-selecionam 34.

    2013 Realiza na Tunísia a sua 1.a plantação de olival em sebe.

    2014 Realiza em França a sua 1.a plantação de olival em sebe.

    2015 São plantadas na propriedade ‘La Mata’ as 38 pré-seleções de novas variedades para serem submetidas a uma nova avaliação.

    2017 São plantadas em 65 ha de sequeiro, nas propriedades de investigação da Todolivo ‘Las Hazuelas’ e ‘El Calderito Alto’, 102 variedades, 72 delas procedentes do programa de melhoramento genético iniciado em 2008, que superaram em precocidade e produtividade os seus pais e mães, e comparam-se com 30 variedades das mais procuradas. Este teste repete-se em 20 ha de regadio em ‘Las Hazuelas’.

    Desde então até agora, a TODOLIVO já plantou com êxito mais de 25.000 ha em regadio, sequeiro e regadio de apoio a diferentes compassos, tornando-se líder mundial em execução e  manuseamento técnico de plantações de olival em sebe. O seu inovador sistema de plantação bateu todos os recordes de qualidade e produtividade conhecidos até agora.